Olha eu de novo aqui

Olá meus queridos seguidores e amigos

Passei 6 meses sem postar e nem logar na minha conta do WordPress, e fiquei muito feliz em saber que alguns de vocês manifestaram preocupação comigo e até procuraram meu Instagram para saber se eu ainda estava neste plano. Obrigada pelo carinho.

Nos últimos 6 meses muitas coisas aconteceram na minha vida; saí do meu ap, voltei, comecei à namorar, comecei medicamentos novos (Gracias, psiquiatra Daniela) e há um mês e meio estou trabalhando no setor financeiro de uma empresa. Como sabem, me formei em Serviço Social, mas emprego na área que é bom, nada! Mas então, tenho um emprego, e receber o primeiro pagamento depois de ter passado 1 ano e 7 meses impossibilitada de trabalhar devido à minha saúde, foi muito emocionante. Sentir que sou capaz novamente, me fez nascer de novo.

Eu estava dando uma olhada nas minhas postagens e vi que exatamente um ano atrás fiz um post sobre medicamentos. Eu estava numa fase bem frágil do meu transtorno (sei disso agora, mas na ocasião, eu achava que estava cheia da razão). Estava recusando à tomar os medicamentos e cheguei a ficar dois meses sem…claro que deu errado ne? Foi aí que eu quase quebro a cara e aprendi pela dor que eu devia seguir corretamente o tratamento, o que incluía terapia também.

Hoje eu faço acompanhamento com uma psicologa e uma psiquiatra que salvaram (mesmo) minha vida. Elas abracaram a causa de me tratar, reconheço que fui difícil, mas eu não sabia ser de outra forma…hoje eu sei.

Por falta de dinheiro e também por um pouco de relaxo, passei o ultimo mês sem um dos medicamentos. Tive duas semanas de crise e não foi nada fácil. Tive pensamentos suicidas, a dor era muita. Eu tive medo de não conseguir trabalhar, tudo eu queria chorar, me alimentei super mal e o pior, sem poder ir à terapia, pois comecei a trabalhar e não estou podendo ir.

Agora está ok…já voltei com os medicamentos certinho e estou me sentindo bem. Eu quero dizer pra você que tem Transtorno Bipolar ou algum outro tipo de Transtorno, que aguente firme e que se cuide. Isso mesmo, CUIDE-SE…use agenda para anotar quando seu remédio acaba pra você não ficar sem, remarque a psiquiatra ou psicologa quando perder consulta e se hidrate, porque esses nossos medicamentos são fortes. Quero te dizer também, que medicamentos existem para nos dar qualidade de vida. Quem me ensinou isso foi minha amiga e farmacêutica Glaucy. Eu sempre reclamava de ter que tomar remédios e ela sempre batendo na tecla de que, medicamentos nos dão qualidade de vida… se eu tenho uma doença e não tomar medicamentos, minha vida pode não ser tão boa assim, da mesma forma que uma pessoa que tem problemas de coração ou hernia de disco precisa também de medicamentos. Bom seria se ninguém tivesse nada, né? Mas não é assim, então o jeito é correr atrás do que nos faz bem (mesmo que esse bem esteja em capsulas).

Por enquanto é isso.

Beijos, até mais.

1 ano de blog

Olá galerinha!!!

download

Hoje o WordPress me lembrou que estou fazendo aniversário aqui neste espaço virtual, e isso me fez refletir sobre o tanto que estive inconstante nos últimos 12 meses…tantos planos vieram e se foram, quantas coisas eu comecei e parei e quantas coisas ruins ficaram pra trás também! Pude perceber (não que eu já não soubesse) o quanto estive frágil. Só que agora, me sinto como a Mulher Maravilha, corajosa, forte e disposta!

Obrigada à todos que me seguem!

Beijos, Pat

 

Um ato de coragem

Como diz a letra da musica do Vanguart que estou ouvindo agora (03:44 da madrugada) “Tem dias que a vida de é um ato de coragem”.

Resolvi escrever esse post, queridos seguidores, depois de apagar vários posts que estavam na fila de rascunho, por não saber do que exatamente se tratavam. Não tinham tema definido senão o caos que é minha mente.

To passando pra dizer que vou fazer uma viagem não planejada para bem longe, primeiramente para conhecer pessoalmente uma amiga que a internet facilitou o encontro e que já dura 9 anos. Depois, para tentar fazer um trabalho voluntário!

Partirei essa semana ainda e a ansiedade é imensa. É isso. Até logo. (risos)

Top 10: filmes de terror

Olá galera!

freddy-krueger1-1.jpg

Aproveitando esse mês de Halloween resolvi criar uma lista com 10 filmes clássicos de terror para rever (porque provavelmente eu assisti todos durante minha infância. Eu ficava acordada até de madrugada para isso).

Vamos lá!

1 – MENSAGEIRO DO DIABO (1955)

2 – PSICOSE (1960) (assistido)

3 – A NOITE DOS MORTOS-VIVOS (1968)

4 – O EXORCISTA (1973)

5 – O MASSACRE DA SERRA ELÉTRICA (1974)

6 – HALLOWEEN (1978)

7 – O ILUMINADO (1980)  (assistido)

8 – SEXTA-FEIRA 13 (1980)  (assistido)

9 – POLTERGEIST (1982)

10 – A BRUXA DE BLAIR (1999) (assisti até um pouco mais da metade, achei entediante e nada de terror.)

Pretendo assisti-los até o dia 31 (Halloween)! 

Até logo!

Bipolaridade mode on!

Quem é bipolar, sempre está mode on! Eu só ouço da boca de psicólogos e psiquiatra que é possível ter uma vida normal. Não conheço uma pessoa que tenha conseguido estabilidade. Quando chego mais perto de ter conhecimento de um caso de estabilidade com o transtorno, vai ver, nem era bipolar a pessoa…afinal, não tem cura, só controle e isso pode levar anos. Até lá é possível que não se queira viver mais. Porque até o fato de ficar entre ter pensamentos (e atitudes) suicidas e no dia seguinte querer muito viver faz parte de ser bipolar.

Algumas coisas mexem (muito) com minha estabilidade. Algumas dela são: pessoas que não tem conhecimento sobre o transtorno ficar dando palpite, dizer que é falta de Deus, dizer que tem um parente que tem uma vida normal fazendo o tratamento de forma correta, dizer que precisa pensar positivo etc e tal.

Sério, na boa…você que faz isso está vindo com a farinha enquanto eu já to com o bolo pronto. Sei de tudo isso e nem em toda parte eu vejo sentido. Nas que fazem, acredite, já to fazendo.

Isso aqui é só um desabafo e eu sei que ele vai servir para ajudar outras pessoas que tem transtorno bipolar a não se sentirem tão sozinhas. Sei disso porque eu tenho encontrado páginas no Facebook e blogs de pessoas que sofrem como eu com essa merda de bipolaridade e ao encontra-lás sinto algum conforto por saber que existem pessoas que de fato sabem pelo o que eu passo.

Até as próximas…

 

A Cromoterapia na minha vida

cromoterapia1

Olá queridos amigos e leitores

Já faz algum tempo que eu quero escrever este post (e assim inaugurar uma nova categoria no blog) e ainda não tinha encontrado tempo para faze-lo com o devido carinho.

Um amigo muito querido, chamado Henrique, num dia em que eu estava passando por um sofrimento muito grande, dispôs de algum tempo para falar sobre tratamentos alternativos aos medicamentosos. Devo informar-lhes que Henrique é formado em Farmácia e atuou na área durante muitos anos.

Dentre os tratamentos citados por ele, estava a Cromoterapia. Me falou sobre os benefícios e sobre como é fácil (ao mesmo tempo que exige cautelas) se beneficiar dessa técnica. Na ocasião, eu não conseguia achar que luzes coloridas poderiam resolver ou amenizar meu problema. Ouvi tudo muito atentamente, e deixei guardadinho na memória por cerca de 3 meses, até que chegou um momento em que eu estava há 20 noites sem dormir. Parecia uma morta-viva.

Nessa noite, me veio à lembrança da conversa que tive com Henrique. Peguei o celular e comecei a pesquisar sobre Cromoterapia. Pensei: existe aplicativo para praticamente tudo, deve haver um de Cromoterapia. E não é que tinha? Achei alguns, o que eu mais gostei foi o “Cromo terapia zen”. Contem informações sobre cada uma das cores, quais chakras elas ativam e o melhor: emite a cor que você escolher através da tela do celular. 

Já na primeira noite de descoberta, usei a cor apropriada para insonia. Os três dias que se seguiram, foram de uma tranquilidade que há muito tempo eu não tinha. Fiquei fascinada com os efeitos da terapia. 

Com a devida disciplina, começarei neste mês a estudar mais sobre Cromoterapia. Pretendo traze-la cada vez mais para a minha vida e se possível, para a vida das pessoas que precisarem. Encomendei uma lampada para a prática. Dentro do possível, compartilharei com vocês os meus estudos e experiencias em Cromoterapia. 

Beijos! Até logo!

(Usei cores aproximadas das usadas na Cromoterapia –  com muito amor pra vocês)

 

Violino na minha vida

13092111_1771620459760364_6639333989301386626_n

Esta sou eu no primeiro dia que ensaiei com a Orquestra

Quando esse ano começou eu estava destruída. Emocionalmente abalada, desempregada e sem motivação pra continuar vivendo nesse mundo absurdo.

Num dia qualquer,  meu noivo disse que tinha ficado sabendo que uma igreja estava dando curso de violino gratuitamente. Fui com ele, só pra acompanhar. Combinou de começar na próxima semana, e na próxima semana eu resolvi ir também. Tomar a decisão de começar algo depois de tantos meses mergulhada em medicamentos anti depressivos, anti psicóticos, estabilizadores de humor e indutores do sono, foi algo que me exigiu uma força de vontade descomunal.

Desde o primeiro momento em que peguei um violino na mão, eu soube que aquilo de alguma forma traria alguma mudança positiva pra minha vida.Eu senti ali, que o violino era uma peça da minha existência que havia passado 30 anos perdida de mim e ali a conexão foi feita.

Pouco tempo depois, comprei um violino…simples, modesto, mas ótimo para estudar em casa (embora eu use ele nas aulas). Tenho me dedicado e há cerca de um mês passei a ensaiar com a Orquestra da Igreja. As musicas que tocamos são clássicos e não Hinos (musica Gospel) e a minha primeira apresentação junto com a Orquestra já tem data: terceiro final de semana deste mês (Julho). Estou focando em estudar e não na data, mas já estou com os pelos das sobrancelhas arrepiados!

Voltarei pra falar mais sobre o violino na minha vida, claro… até mais. Beijos!

TripBruta

O mundo através dos meus olhos

O que não te contaram sobre Transtorno Bipolar

Informações sobre como conviver com a doença

Pontos e Abismos

Um ponto, um abismo. Reticências, um caminho.

Livros e Vitrolas

Na dúvida, leia!

Regando Plantinhas

Um blog sobre amores fictícios e reais

Casuísmo

Aceitando opiniões

VALOR DA FELICIDADE

Proporcionando uma Nova Visão da Vida

Esse ano vou escrever todo dia

(se fosse mais disciplinado)

Diário do Absurdo

Poesia e Arte

A Quimera

Artes e Curiosidades